por
Lingopass
24.1.2022

Tecnologia educacional: uma relação importante na era digital

Após tantas revoluções industriais e tecnologias, hoje vive-se a chamada era digital. Entre muitas características desse período atual, é possível destacar o constante surgimento de novas tendências, como por exemplo, a tecnologia educacional. 

Nestes tempos, é preciso lidar continuamente com os rápidos avanços tecnológicos, que, de forma inevitável, transformam e modelam a realidade do mundo contemporâneo.  Como reflexo disso, a vida em sociedade torna-se um palco para mudanças de diversas ordens. 

A pesquisa TIC Domicílios 2020, que estuda a utilização das TICs, Tecnologias da Informação e Comunicação, nas residências brasileiras, afirma que mais de 80% da população brasileira acima de 10 anos está conectada à internet.

Esse fato é perceptível, por exemplo, na esfera da educação. Em outras palavras, mesmo sendo um dos grandes pilares da humanidade, o sistema educacional também precisa adaptar-se às novas demandas e buscar formas de se reinventar.

Numa época em que os nativos digitais compõem boa parte do público estudantil e que mesmo os indivíduos nascidos nas gerações anteriores já habitam o mundo dos computadores e dos smartphones, a educação tem que buscar na tecnologia as suas novas maneiras de comunicar-se.

A partir deste contexto, discorrer e aprofundar conhecimentos a respeito da Tecnologia Educacional faz muito sentido. Com o intuito de alinhar as práticas pedagógicas à uma realidade cada vez mais modernizada, os recursos tecnológicos, na mediação das relações de ensino-aprendizagem, se mostram extremamente vantajosos.

Por que esse é o futuro?

As tarefas cotidianas mais convencionais aos poucos mudam suas configurações e também passam a fazer parte do meio digital e tecnológico. Esse fenômeno de inclusão digital pode ser exemplificado a partir do crescimentos dos e-commerces, ou comércios virtuais. A 2º Edição do relatório NeoTrust afirma que entre os anos de 2018 e 2019, o e-commerce brasileiro cresceu cerca de 22,7%.

No setor da educação não poderia ser diferente. A Tecnologia Educacional se revela como principal aposta para o futuro. Em outras palavras, o conceito pode ser definido como a incorporação de recursos tecnológicos para o aprendizado. 

Além de responder às demandas geracionais atuais, inova e dinamiza as práticas educativas. Dessa forma, atua como uma intervenção positiva nas relações de ensino-aprendizagem e potencializa a eficácia do estudo. 

Dentro e fora das salas de aula ou programas de capacitação, os seus métodos e as suas estratégias priorizam, sobretudo, a diversidade das interações, o aprendizado imersivo e a manutenção do engajamento, coisas extremamente fundamentais quando consideramos o cenário do século XXI.

A tecnologia educacional não se aplica somente ao ensino básico, comumente destinado a crianças e adolescentes. Esta também pode ser uma estratégia para aumentar a adesão aos programas de treinamento oferecidos por empresas e organizações. 

Além de alcançar o objetivo, que concentra-se no aprimoramento das habilidades dos colaboradores, a partir deste método é possível introduzir o mindset digital e evoluir para outras inovações no meio corporativo. 

As principais tendências e benefícios

A metodologia da tecnologia educacional pode estar presente em diversas formas, como:

  • dispositivos: lousas, aparelhos digitais, celulares;
  • aplicativos: softwares de educação, jogos interativos, plataformas especializadas;

Além disso, a aplicação dessas formas baseia-se em um plano estratégico desenvolvido para uma área do conhecimento em específico. Para isso, também existem diversas aplicabilidades, tudo a depender das necessidades do programa ou dos alunos envolvidos na capacitação. Entre essas, evidencia-se:

Gameficação:

Atualmente, muito se tem falado sobre a gamificação. Essa é a estratégia que se vale da lógica dos games para beneficiar os contextos educacionais. De modo geral, os jogos despertam o interesse dos alunos e os impulsionam rumo ao desenvolvimento da criatividade e ao desejo de participação. 

Inteligência Artificial:

A Inteligência Artificial é outro mecanismo que tende a encontrar cada vez mais espaço na educação. Sua definição consiste em um sistema capaz de “imitar” o comportamento humano usando dados como referência. Esta, proporciona ao estudante, dentre outras vantagens, uma experiência personalizada no seu contato com os conteúdos.

Ensino remoto:

Mas, a verdade seja dita: a modalidade em que a Tecnologia Educacional se revela em seu potencial máximo é o EAD, flexível, acessível e inovador. O Ensino a Distância é capaz de reunir, num só lugar, a gamificação, a Inteligência Artificial e ainda outras tantas tendências que potencializam a relação moderna de ensino-aprendizagem. Além disso, também colabora com a adesão do aluno, uma vez que este pode fazer o acesso ao curso de onde e quando quiser, derrubando as barreiras físicas.

Dessa forma, ao analisar os principais benefícios, tanto para o aluno, quanto para a instituição de ensino que utiliza-se da tecnologia educacional, é possível destacar:

  • Acompanhamento do aluno em tempo real;
  • Maior adesão e engajamento com o aprendizado;
  • Jornada de aprendizagem adaptada para necessidades pessoais e profissionais;
  • Autonomia dos alunos tornando-os parte central da construção;
  • Utilização de metodologias inovadoras como o edutainment.


Com isso, é fácil perceber como as tecnologias estão transformando a educação tanto no Brasil, quanto no mundo. O que espera-se é um futuro que, a fim de desenvolver nas pessoas sempre o melhor, faz da Era Digital o tempo da expansão e da potência do conhecimento. 

Pensando nisso, o Lingopass utiliza-se de todos os tópicos citados anteriormente para entender as necessidades individuais de cada empresa, e buscar formas de potencializar seus resultados por meio da capacitação de seus colaboradores.

Ao unir os princípios da tecnologia que já envolvem o cotidiano de todos, a tecnologia educacional visa o alcance de alunos engajados e ativos neste processo, não importa qual seja seu objetivo.


Tecnologia educacional: uma relação importante na era digital

por
Lingopass
24.1.2022
Tempo de leitura:

Após tantas revoluções industriais e tecnologias, hoje vive-se a chamada era digital. Entre muitas características desse período atual, é possível destacar o constante surgimento de novas tendências, como por exemplo, a tecnologia educacional. 

Nestes tempos, é preciso lidar continuamente com os rápidos avanços tecnológicos, que, de forma inevitável, transformam e modelam a realidade do mundo contemporâneo.  Como reflexo disso, a vida em sociedade torna-se um palco para mudanças de diversas ordens. 

A pesquisa TIC Domicílios 2020, que estuda a utilização das TICs, Tecnologias da Informação e Comunicação, nas residências brasileiras, afirma que mais de 80% da população brasileira acima de 10 anos está conectada à internet.

Esse fato é perceptível, por exemplo, na esfera da educação. Em outras palavras, mesmo sendo um dos grandes pilares da humanidade, o sistema educacional também precisa adaptar-se às novas demandas e buscar formas de se reinventar.

Numa época em que os nativos digitais compõem boa parte do público estudantil e que mesmo os indivíduos nascidos nas gerações anteriores já habitam o mundo dos computadores e dos smartphones, a educação tem que buscar na tecnologia as suas novas maneiras de comunicar-se.

A partir deste contexto, discorrer e aprofundar conhecimentos a respeito da Tecnologia Educacional faz muito sentido. Com o intuito de alinhar as práticas pedagógicas à uma realidade cada vez mais modernizada, os recursos tecnológicos, na mediação das relações de ensino-aprendizagem, se mostram extremamente vantajosos.

Por que esse é o futuro?

As tarefas cotidianas mais convencionais aos poucos mudam suas configurações e também passam a fazer parte do meio digital e tecnológico. Esse fenômeno de inclusão digital pode ser exemplificado a partir do crescimentos dos e-commerces, ou comércios virtuais. A 2º Edição do relatório NeoTrust afirma que entre os anos de 2018 e 2019, o e-commerce brasileiro cresceu cerca de 22,7%.

No setor da educação não poderia ser diferente. A Tecnologia Educacional se revela como principal aposta para o futuro. Em outras palavras, o conceito pode ser definido como a incorporação de recursos tecnológicos para o aprendizado. 

Além de responder às demandas geracionais atuais, inova e dinamiza as práticas educativas. Dessa forma, atua como uma intervenção positiva nas relações de ensino-aprendizagem e potencializa a eficácia do estudo. 

Dentro e fora das salas de aula ou programas de capacitação, os seus métodos e as suas estratégias priorizam, sobretudo, a diversidade das interações, o aprendizado imersivo e a manutenção do engajamento, coisas extremamente fundamentais quando consideramos o cenário do século XXI.

A tecnologia educacional não se aplica somente ao ensino básico, comumente destinado a crianças e adolescentes. Esta também pode ser uma estratégia para aumentar a adesão aos programas de treinamento oferecidos por empresas e organizações. 

Além de alcançar o objetivo, que concentra-se no aprimoramento das habilidades dos colaboradores, a partir deste método é possível introduzir o mindset digital e evoluir para outras inovações no meio corporativo. 

As principais tendências e benefícios

A metodologia da tecnologia educacional pode estar presente em diversas formas, como:

  • dispositivos: lousas, aparelhos digitais, celulares;
  • aplicativos: softwares de educação, jogos interativos, plataformas especializadas;

Além disso, a aplicação dessas formas baseia-se em um plano estratégico desenvolvido para uma área do conhecimento em específico. Para isso, também existem diversas aplicabilidades, tudo a depender das necessidades do programa ou dos alunos envolvidos na capacitação. Entre essas, evidencia-se:

Gameficação:

Atualmente, muito se tem falado sobre a gamificação. Essa é a estratégia que se vale da lógica dos games para beneficiar os contextos educacionais. De modo geral, os jogos despertam o interesse dos alunos e os impulsionam rumo ao desenvolvimento da criatividade e ao desejo de participação. 

Inteligência Artificial:

A Inteligência Artificial é outro mecanismo que tende a encontrar cada vez mais espaço na educação. Sua definição consiste em um sistema capaz de “imitar” o comportamento humano usando dados como referência. Esta, proporciona ao estudante, dentre outras vantagens, uma experiência personalizada no seu contato com os conteúdos.

Ensino remoto:

Mas, a verdade seja dita: a modalidade em que a Tecnologia Educacional se revela em seu potencial máximo é o EAD, flexível, acessível e inovador. O Ensino a Distância é capaz de reunir, num só lugar, a gamificação, a Inteligência Artificial e ainda outras tantas tendências que potencializam a relação moderna de ensino-aprendizagem. Além disso, também colabora com a adesão do aluno, uma vez que este pode fazer o acesso ao curso de onde e quando quiser, derrubando as barreiras físicas.

Dessa forma, ao analisar os principais benefícios, tanto para o aluno, quanto para a instituição de ensino que utiliza-se da tecnologia educacional, é possível destacar:

  • Acompanhamento do aluno em tempo real;
  • Maior adesão e engajamento com o aprendizado;
  • Jornada de aprendizagem adaptada para necessidades pessoais e profissionais;
  • Autonomia dos alunos tornando-os parte central da construção;
  • Utilização de metodologias inovadoras como o edutainment.


Com isso, é fácil perceber como as tecnologias estão transformando a educação tanto no Brasil, quanto no mundo. O que espera-se é um futuro que, a fim de desenvolver nas pessoas sempre o melhor, faz da Era Digital o tempo da expansão e da potência do conhecimento. 

Pensando nisso, o Lingopass utiliza-se de todos os tópicos citados anteriormente para entender as necessidades individuais de cada empresa, e buscar formas de potencializar seus resultados por meio da capacitação de seus colaboradores.

Ao unir os princípios da tecnologia que já envolvem o cotidiano de todos, a tecnologia educacional visa o alcance de alunos engajados e ativos neste processo, não importa qual seja seu objetivo.


Ver também:
29.11.23
Cursos de idiomas: Entenda porque nas empresas o assunto vai muito além do aprendizado de novas línguas
27.11.23
A globalização do varejo: Como o inglês e as formas de pagamento online desempenham um papel crucial
24.11.23
Cursos de idiomas: Veja os benefícios desse investimento e entenda a jornada poliglota no mercado de trabalho
Faça Aulas gratuitas de conversação:
Sou Aluno
Seta apontando para a diagonal alta direita. Representando um link para outra página
lingonews
Receba novidades e conteúdos exclusivos em nossas newsletters.
Obrigado por se cadastrar!
Email inválido. Tente novamente ou use outro email.
Estamos na lista de 100 Startups to Watch, pela Pequenas Empresas e Grandes Negócios
Estamos na lista das 100 Latam EdTech mais promissoras de 2022, pela HolonIQ
Acelerado por grandes parceiros:
© 2023 Lingopass - todos os direitos reservados. Termo de Uso e Política de Privacidade