por
Lingopass
2.2.2022

Lingotalks com Theo Vieira #15 Como uma multinacional supera uma crise sem precedentes

Na época da Páscoa, as empresas de chocolate enfrentaram desafios significativos devido ao impacto das lojas fechadas e à necessidade de se adaptar a um novo cenário de consumo. A Mondelez, gigante multinacional americana de confeitaria, alimentos e bebidas, não ficou imune a essas mudanças e precisou desenvolver estratégias inovadoras para superar os obstáculos.

No bate-papo exclusivo com o Lingopass, convidamos Theo Vieira, Head de E-commerce na Mondelēz Brasil, para compartilhar insights valiosos sobre as ações adotadas pela empresa durante esse período desafiador. Theo, com sua vasta experiência em grandes empresas nacionais e internacionais, incluindo Unilever e Duratex, liderou áreas cruciais como E-commerce, Marketing, Trade Marketing e Vendas nos mercados brasileiro e chinês. Além disso, hoje ele desempenha um papel fundamental como mentor no programa Empowering Talents, capacitando jovens brasileiros em situação de vulnerabilidade no aprimoramento da língua inglesa. Acompanhe esta conversa fascinante e descubra como a Mondelez enfrentou os desafios da Páscoa e se destacou no cenário atual.

Se você pudesse traçar a sua trajetória profissional, o que gostaríamos de saber sobre você?

Busco constantemente a excelência profissional e almejo ser um líder capaz de conduzir equipes de forma eficaz, o que me levou a ingressar na área de e-commerce. Além disso, mantenho uma prática constante de artes marciais, uma paixão que quase me levou às Olimpíadas. Infelizmente, devido ao falecimento da minha mãe no mesmo ano em que estava no time olímpico, optei por desistir, mas essa experiência sempre orientou meu caminho, destacando valores como disciplina, desenvolvimento pessoal e superação.

Ao longo da minha carreira, trabalhei em marketing com marcas renomadas como Axe, Rexona e Maionese. Também tive a oportunidade de atuar na China, explorando diferentes aspectos do mercado. Minha jornada profissional expandiu-se para as áreas de trade e vendas, e atualmente, estou dedicado ao universo da Mondelez, desempenhando funções tanto em trade marketing quanto em marketing.

Lingotalks com Theo Vieira #15 Como uma multinacional supera uma crise sem precedentes

por
Lingopass
2.2.2022
Tempo de leitura:
4 minutos

Na época da Páscoa, as empresas de chocolate enfrentaram desafios significativos devido ao impacto das lojas fechadas e à necessidade de se adaptar a um novo cenário de consumo. A Mondelez, gigante multinacional americana de confeitaria, alimentos e bebidas, não ficou imune a essas mudanças e precisou desenvolver estratégias inovadoras para superar os obstáculos.

No bate-papo exclusivo com o Lingopass, convidamos Theo Vieira, Head de E-commerce na Mondelēz Brasil, para compartilhar insights valiosos sobre as ações adotadas pela empresa durante esse período desafiador. Theo, com sua vasta experiência em grandes empresas nacionais e internacionais, incluindo Unilever e Duratex, liderou áreas cruciais como E-commerce, Marketing, Trade Marketing e Vendas nos mercados brasileiro e chinês. Além disso, hoje ele desempenha um papel fundamental como mentor no programa Empowering Talents, capacitando jovens brasileiros em situação de vulnerabilidade no aprimoramento da língua inglesa. Acompanhe esta conversa fascinante e descubra como a Mondelez enfrentou os desafios da Páscoa e se destacou no cenário atual.

Se você pudesse traçar a sua trajetória profissional, o que gostaríamos de saber sobre você?

Busco constantemente a excelência profissional e almejo ser um líder capaz de conduzir equipes de forma eficaz, o que me levou a ingressar na área de e-commerce. Além disso, mantenho uma prática constante de artes marciais, uma paixão que quase me levou às Olimpíadas. Infelizmente, devido ao falecimento da minha mãe no mesmo ano em que estava no time olímpico, optei por desistir, mas essa experiência sempre orientou meu caminho, destacando valores como disciplina, desenvolvimento pessoal e superação.

Ao longo da minha carreira, trabalhei em marketing com marcas renomadas como Axe, Rexona e Maionese. Também tive a oportunidade de atuar na China, explorando diferentes aspectos do mercado. Minha jornada profissional expandiu-se para as áreas de trade e vendas, e atualmente, estou dedicado ao universo da Mondelez, desempenhando funções tanto em trade marketing quanto em marketing.

Muitos setores estão sendo impactados durante este período de crise, independentemente do tipo. Para a Mondelez, quais ações foram decididas para superar essa situação?

A receita da Mondelez foi severamente afetada, especialmente devido ao fechamento de pequenos mercados, que representam uma parte significativa de nossa fonte de renda. Em um cenário em que muitos estabelecimentos estavam fechados, enfrentamos desafios durante um período crucial, como a Páscoa, quando muitas lojas permaneceram fechadas e as vendas tornaram-se incertas, dada a ênfase constante na crise em curso.

Diante desse contexto, foi imperativo alterar nossa abordagem. A governança proporcionou uma nova perspectiva, incentivando-nos a observar as mudanças no comportamento do consumidor. Analisamos como ele age, pensa e compra nesse cenário desafiador.

Como parte desse reposicionamento, priorizamos a digitalização, e minha responsabilidade foi liderar a iniciativa de comércio eletrônico. Desenvolvemos uma nova estratégia para proporcionar entregas mais rápidas e eficientes, estabelecendo conexões com plataformas como iFood, nosso site e todas as nossas campanhas de mídia, redirecionando os consumidores para a nossa loja online.

Qual é o impacto dessa mudança na experiência do consumidor?

O comportamento do consumidor passou por uma transformação significativa. As pessoas estão frequentando menos as lojas, optando cada vez mais por plataformas como Rappy, iFood e outros aplicativos de entrega. Essa mudança teve um impacto direto na permanência das pessoas nos estabelecimentos, reduzindo o tempo gasto em lojas físicas.

Anteriormente, os consumidores costumavam visitar as lojas munidos de jornais com descontos, comparando produtos e preços para encontrar oportunidades de compra. No entanto, devido à pandemia, essa prática diminuiu, uma vez que as pessoas agora evitam circular em espaços públicos. As empresas, de maneira inteligente, estão se adaptando a essa nova realidade, utilizando canais como o WhatsApp para se conectar de forma mais eficaz com os consumidores.

Ver também:
2.2.22
Lingotalks com Antoine Lugol #12 Novas tendências de consumo e dicas de carreira
26.1.22
Lingotalks com Mathieu Lebègue #11 Propostas na saúde e acesso a um ensino de qualidade
14.5.21
Lingotalks com Guillaume Pailleret #10 A importância dos idiomas em uma carreira
Faça Aulas gratuitas de conversação:
Sou Aluno
Seta apontando para a diagonal alta direita. Representando um link para outra página
lingonews
Receba novidades e conteúdos exclusivos em nossas newsletters.
Obrigado por se cadastrar!
Email inválido. Tente novamente ou use outro email.
Estamos na lista de 100 Startups to Watch, pela Pequenas Empresas e Grandes Negócios
Estamos na lista das 100 Latam EdTech mais promissoras de 2022 e 2023, pela HolonIQ
Acelerado por grandes parceiros:
©Lingopass - todos os direitos reservados. Termo de Uso e Política de Privacidade