por
Lingopass
17.1.2024

A Thales no Brasil: 55 anos de história, inovação e parceria

A multinacional francesa Thales tem desempenhado um papel significativo no Brasil atuando nos setores de defesa e segurança, fornecendo tecnologias avançadas e soluções inovadoras

A empresa é reconhecida por sua liderança no mercado brasileiro de radares de vigilância do espaço aéreo e controle de tráfego aéreo, fornecendo 100% dos radares de aproximação, mais de 80% dos radares de rota e mais de 70% dos radares secundários. Em 2023, a Thales se comprometeu a fornecer 66 estações de vigilância terrestre para o Departamento de Controle do Espaço Aéreo (DECEA), com o objetivo de ampliar a segurança dos voos comerciais no país. Estas estações ADS-B (Automatic dependent surveillance-broadcast) são uma tecnologia avançada para a vigilância do tráfego aéreo e representam a primeira instalação desse tipo pela Thales na América do Sul.

A subsidiária brasileira da Thales, Omnisys, tem desempenhado um papel importante em diversas frentes. Durante a pandemia de COVID-19, a Omnisys contribuiu com a reparação de equipamentos médicos essenciais, demonstrando sua capacidade de adaptação e compromisso com a sociedade em tempos de crise. Além disso, a Omnisys foi selecionada pela Comissão para a Implementação do Sistema de Controle do Espaço Aéreo (CISCEA) para instalar radares de vigilância de rotas primárias e secundárias em cidades-chave, auxiliando a Força Aérea Brasileira no combate ao tráfico de drogas e outras atividades ilícitas.

A Thales no Brasil: 55 anos de história, inovação e parceria

por
Lingopass
17.1.2024
Tempo de leitura:
4 minutos

A multinacional francesa Thales tem desempenhado um papel significativo no Brasil atuando nos setores de defesa e segurança, fornecendo tecnologias avançadas e soluções inovadoras

A empresa é reconhecida por sua liderança no mercado brasileiro de radares de vigilância do espaço aéreo e controle de tráfego aéreo, fornecendo 100% dos radares de aproximação, mais de 80% dos radares de rota e mais de 70% dos radares secundários. Em 2023, a Thales se comprometeu a fornecer 66 estações de vigilância terrestre para o Departamento de Controle do Espaço Aéreo (DECEA), com o objetivo de ampliar a segurança dos voos comerciais no país. Estas estações ADS-B (Automatic dependent surveillance-broadcast) são uma tecnologia avançada para a vigilância do tráfego aéreo e representam a primeira instalação desse tipo pela Thales na América do Sul.

A subsidiária brasileira da Thales, Omnisys, tem desempenhado um papel importante em diversas frentes. Durante a pandemia de COVID-19, a Omnisys contribuiu com a reparação de equipamentos médicos essenciais, demonstrando sua capacidade de adaptação e compromisso com a sociedade em tempos de crise. Além disso, a Omnisys foi selecionada pela Comissão para a Implementação do Sistema de Controle do Espaço Aéreo (CISCEA) para instalar radares de vigilância de rotas primárias e secundárias em cidades-chave, auxiliando a Força Aérea Brasileira no combate ao tráfico de drogas e outras atividades ilícitas.

A Thales também tem uma forte atuação no setor de defesa antiaérea, com a família Thales CONTROLMaster, que integra armas das baterias antiaéreas a uma interface de comando e controle, proporcionando uma solução eficaz para a defesa do espaço aéreo. No campo da cibersegurança, a Thales apresentou inovações na LAAD 2023, destacando produtos para defesa da soberania e plataformas de proteção de dados. 

A aquisição da Gemalto pela Thales em 2019 ampliou significativamente a presença da empresa na América Latina, quadruplicando seu tamanho na região e tornando-a líder mundial em Internet das Coisas (IoT) e segurança de dados. A Thales na América Latina agora possui aproximadamente 2.500 funcionários, cinco unidades fabris na região (três no Brasil e duas no México) e quatro centros de competência em engenharia no Brasil, México e Colômbia.

Além disso, a Thales tem investido em parcerias locais para impulsionar projetos de pesquisa e desenvolvimento (P&D), como a colaboração com o CESAR, que se tornou um parceiro ideal para os projetos estratégicos de P&D da Thales. Essa parceria estratégica visa produzir resultados valiosos e promover inovação contínua.

Olhando para o futuro, a Thales está pavimentando o caminho para o combate colaborativo, onde todos os elementos do campo de batalha estarão interconectados, operando em rede para acelerar o ritmo das operações e fornecer uma vantagem decisiva. Com uma história de mais de 55 anos no Brasil, mais de 1.200 funcionários e uma presença consolidada em diversos setores críticos, a multinacional francesa demonstra um compromisso de longo prazo com o desenvolvimento tecnológico e a segurança do Brasil. 

Ver também:
17.10.23
Política de Offset e capacitação: a inovação estratégica do legislador brasileiro
17.1.24
A Thales no Brasil: 55 anos de história, inovação e parceria
10.1.24
Democratizando o acesso a idiomas nas Forças Armadas do Brasil
Faça Aulas gratuitas de conversação:
Sou Aluno
Seta apontando para a diagonal alta direita. Representando um link para outra página
lingonews
Receba novidades e conteúdos exclusivos em nossas newsletters.
Obrigado por se cadastrar!
Email inválido. Tente novamente ou use outro email.
Estamos na lista de 100 Startups to Watch, pela Pequenas Empresas e Grandes Negócios
Estamos na lista das 100 Latam EdTech mais promissoras de 2022 e 2023, pela HolonIQ
Acelerado por grandes parceiros:
©Lingopass - todos os direitos reservados. Termo de Uso e Política de Privacidade