por
Lingopass
31.5.2024

A relevância estratégica dos aeroportos de carga no Brasil

Os aeroportos dedicados a cargas desempenham um papel essencial na logística de comércio exterior brasileiro. Dentre os mais significativos, destaca-se o aeroporto de Guarulhos, em São Paulo, o maior complexo logístico aeroportuário do país, que conecta 34 países, todas as capitais brasileiras e as principais cidades do Brasil, com mais de 720 voos diários operados por cerca de 40 companhias aéreas nacionais e internacionais. Outros terminais de carga importantes incluem Viracopos, em São Paulo, Manaus, no Amazonas, Rio Galeão, no Rio de Janeiro, e Brasília, no Distrito Federal. A seguir, apresentamos um resumo sobre cada um deles:

Aeroporto Internacional de Guarulhos, São Paulo:

O Aeroporto Internacional de Guarulhos ou Aeroporto Internacional Governador André Franco Montoro, é o principal do Brasil em fluxo de passageiros e cargas. Localizado em São Paulo, possui infraestrutura sólida para o manejo de grandes volumes de cargas aéreas e serve como um hub crucial para conexões internacionais. Guarulhos proporciona uma variedade de serviços logísticos, adaptando-se às necessidades corporativas com soluções personalizadas. Ele se destaca por sua alta conectividade, movimentando uma variedade de produtos cruciais para a indústria do país, incluindo itens farmacêuticos, eletrônicos e automotivos, bem como produtos do agronegócio. Este aeroporto também se beneficia de sua localização estratégica, oferecendo acesso a importantes corredores logísticos nacionais.

Aeroporto Internacional de Viracopos, Campinas, São Paulo:

O Aeroporto Internacional de Viracopos, por sua vez, alcançou um recorde histórico em movimentação de cargas até julho de 2022, com 210 mil toneladas processadas, evidenciando sua posição como um dos principais aeroportos de carga do Brasil. Este aeroporto, localizado em Campinas, é um dos mais significativos para a movimentação de cargas no Brasil, graças à sua infraestrutura contemporânea e capacidade de manejar volumosas quantidades de cargas internacionais. Viracopos se destaca por suas diversas rotas aéreas, tanto nacionais quanto internacionais, e oferece um leque completo de serviços logísticos, incluindo armazenagem e gestão aduaneira. Responsável por 37% do valor das cargas aéreas importadas no Brasil, atende principalmente aos setores farmacêutico e tecnológico. O aeroporto também é reconhecido pela certificação CEIV PHARMA da IATA.

A relevância estratégica dos aeroportos de carga no Brasil

por
Lingopass
31.5.2024
Tempo de leitura:
6 minutos

Os aeroportos dedicados a cargas desempenham um papel essencial na logística de comércio exterior brasileiro. Dentre os mais significativos, destaca-se o aeroporto de Guarulhos, em São Paulo, o maior complexo logístico aeroportuário do país, que conecta 34 países, todas as capitais brasileiras e as principais cidades do Brasil, com mais de 720 voos diários operados por cerca de 40 companhias aéreas nacionais e internacionais. Outros terminais de carga importantes incluem Viracopos, em São Paulo, Manaus, no Amazonas, Rio Galeão, no Rio de Janeiro, e Brasília, no Distrito Federal. A seguir, apresentamos um resumo sobre cada um deles:

Aeroporto Internacional de Guarulhos, São Paulo:

O Aeroporto Internacional de Guarulhos ou Aeroporto Internacional Governador André Franco Montoro, é o principal do Brasil em fluxo de passageiros e cargas. Localizado em São Paulo, possui infraestrutura sólida para o manejo de grandes volumes de cargas aéreas e serve como um hub crucial para conexões internacionais. Guarulhos proporciona uma variedade de serviços logísticos, adaptando-se às necessidades corporativas com soluções personalizadas. Ele se destaca por sua alta conectividade, movimentando uma variedade de produtos cruciais para a indústria do país, incluindo itens farmacêuticos, eletrônicos e automotivos, bem como produtos do agronegócio. Este aeroporto também se beneficia de sua localização estratégica, oferecendo acesso a importantes corredores logísticos nacionais.

Aeroporto Internacional de Viracopos, Campinas, São Paulo:

O Aeroporto Internacional de Viracopos, por sua vez, alcançou um recorde histórico em movimentação de cargas até julho de 2022, com 210 mil toneladas processadas, evidenciando sua posição como um dos principais aeroportos de carga do Brasil. Este aeroporto, localizado em Campinas, é um dos mais significativos para a movimentação de cargas no Brasil, graças à sua infraestrutura contemporânea e capacidade de manejar volumosas quantidades de cargas internacionais. Viracopos se destaca por suas diversas rotas aéreas, tanto nacionais quanto internacionais, e oferece um leque completo de serviços logísticos, incluindo armazenagem e gestão aduaneira. Responsável por 37% do valor das cargas aéreas importadas no Brasil, atende principalmente aos setores farmacêutico e tecnológico. O aeroporto também é reconhecido pela certificação CEIV PHARMA da IATA.

Aeroporto Internacional de Manaus, Amazonas:

O Aeroporto Internacional de Manaus, ou Aeroporto Eduardo Gomes, é fundamental para a logística de cargas no Brasil, servindo especialmente à região Norte e ao Polo Industrial de Manaus (PIM). Como o terceiro maior terminal de cargas do país, movimentou aproximadamente 120 mil toneladas em 2023, com a maior parte das importações vindo da Ásia. Localizado na capital do Amazonas, este aeroporto é vital para o transporte de cargas na região amazônica, especialmente por sua posição na Zona Franca de Manaus, para a distribuição de mercadorias no Brasil e para o comércio internacional. Ele atrai investimentos para o comércio de eletrônicos, componentes industriais e produtos perecíveis, com infraestrutura e serviços logísticos especializados para o manejo eficiente desses itens.

Aeroporto Internacional do Rio de Janeiro - Galeão, Rio de Janeiro:

O Aeroporto Internacional do Rio de Janeiro-Galeão, ou Aeroporto Tom Jobim, registrou um aumento significativo na movimentação de cargas, com recordes de crescimento após a pandemia de COVID-19. Em 2022, as mercadorias importadas cresceram 33% em valor, atingindo US$ 9,8 bilhões, e o volume de cargas movimentadas chegou a 55 mil toneladas, um aumento de 7% em relação a 2021. No início de 2023, o aeroporto manteve a tendência de crescimento, com um aumento de 6% no volume de cargas nos primeiros dois meses, impulsionado principalmente pelas importações e exportações nos setores de petróleo, gás, máquinas e aeroespacial, além do agrícola nas exportações. Os setores farmacêutico, petróleo e gás, e aeroespacial representam mais de 60% do valor das importações.

Aeroporto Internacional de Brasília, Distrito Federal:

Situado na capital do país, o Aeroporto Internacional de Brasília, ou Aeroporto Juscelino Kubitschek, consolidou-se como um hub logístico chave no Brasil, especialmente após ser administrado pela Inframerica desde 2012. Desde a concessão em 2012, o terminal ampliou significativamente sua capacidade de movimentação de cargas, atendendo a produtos agrícolas, medicamentos e insumos farmacêuticos, representando a maior parte do volume total movimentado. Com investimentos significativos em infraestrutura, tecnologia e serviços, o Terminal de Cargas de Brasília (TCB) expandiu sua capacidade de movimentação de cargas, oferecendo instalações modernas como câmaras frias, depósitos para cargas perigosas e canis, aumentando sua capacidade para até 40.000 toneladas anuais. Recentemente, o aeroporto registrou a movimentação de 27 mil toneladas de cargas de importação e exportação, destacando sua relevância no cenário logístico nacional e internacional. É equipado para a movimentação eficaz de cargas, com serviços logísticos abrangentes que incluem armazenagem e distribuição.

Esses aeroportos são pilares para a logística e o comércio exterior do Brasil, com suas extensivas capacidades de carga, redes aéreas e serviços logísticos, desempenhando um papel crucial no suporte ao setor e no fortalecimento da economia nacional.

Ver também:
31.5.24
A relevância estratégica dos aeroportos de carga no Brasil
24.4.24
Catarina aviation show: O futuro da aviação chega a Florianópolis!
29.4.24
Estudo da Bain & Company: Quais são os principais desafios da descarbonização no setor de aviação?
Faça Aulas gratuitas de conversação:
Sou Aluno
Seta apontando para a diagonal alta direita. Representando um link para outra página
lingonews
Receba novidades e conteúdos exclusivos em nossas newsletters.
Obrigado por se cadastrar!
Email inválido. Tente novamente ou use outro email.
Estamos na lista das 100 Latam EdTech mais promissoras de 2022 e 2023, pela HolonIQ
Estamos na lista de 100 Startups to Watch, pela Pequenas Empresas e Grandes Negócios
Acelerado por grandes parceiros:
©Lingopass - todos os direitos reservados. Termo de Uso e Política de Privacidade