por
Lingopass
16.1.2023

People Centric: Entenda o conceito e a importância de ter uma empresa centrada em pessoas

Pessoas no centro: entenda o conceito de People Centric e como aplicá-lo na gestão da sua empresa

Pensar que uma empresa funciona por meio de processos é algo que, apesar de errôneo, é bem comum. Dentro dessa formulação quase que industrial, o trabalho é sempre entregue, mas nem sempre os talentos conseguem se destacar e as empresas inovarem em termos de modo produtivo. O people centric é uma nova estratégia que soluciona esse problema.  

O conceito de People Centric

“People centric'', termo que pode ser traduzido como “Pessoas no Centro”, é uma forma de gestão empresarial que entende que sem pessoas uma empresa não flui. Já há alguns anos, esse foi um raciocínio aplicado veemente para os clientes, porém atualmente está havendo uma evolução nesse pensamento, agora entendendo que os colaboradores também fazem parte desse conceito, ou seja, há um senso colaborativo muito grande. 

O que define uma empresa People Centric?

Há dois principais pontos que formam a base do conceito de people centric, sendo a importância dos indivíduos relacionados à empresa, e a necessidade de balancear as necessidades dos dois lados envolvidos nos processos da empresa. Confira mais sobre isso abaixo:

Pessoas > Processos

Ainda é muito comum encontrar empresários que acham que quanto mais tempo os seus colaboradores dispõem realizando suas funções, mais produtivos eles são. Essa é uma visão errônea que não entende que a qualidade de seu serviço e a qualidade da entrega que o negócio faz dependem das pessoas que formam a empresa, ou seja, pessoas são maiores que processos. 

Equilíbrio entre necessidades empresariais e desejos pessoais

Uma empresa que aplica o people centric entende que não adianta nada reter talentos se eles não conseguem se expandir dentro das normas empresariais. 

Dessa forma, se suas ideias não forem levadas em consideração e eles não tiverem o incentivo para colocar em prática o que está em suas mentes criativas, não adianta nada ter contratado um talento. A empresa people centric, nesse sentido, alia as necessidades da empresa com o serviço colaborativo dos funcionários. 

A importância e as vantagens de se investir em uma gestão People Centric

Existem diversos motivos pelos quais optar pela gestão people centric é uma boa ideia, indo desde um clima organizacional mais harmonioso, até a criação de um maior senso de engajamento dos colaboradores. Entenda melhor todas as vantagens que esse tipo de gestão pode proporcionar à sua empresa:

Melhorias no clima organizacional

Quando as pessoas se sentem ouvidas dentro de uma empresa, elas começam a praticar suas atividades com mais facilidade de escuta ativa e, como consequência, o senso de empatia delas fica muito mais aguçado. Assim, uma das vantagens do people centric é melhorar consideravelmente o ambiente de trabalho e o clima organizacional. 

Redução de custos

O people centric ajuda na redução de custos pois ele consegue fazer com que os clientes se fidelizem bem mais rápido, o que corta muitas das etapas de fidelização e reduzem os custos para atrair clientes. Já para os colaboradores, o people centric reduz o turnover (rotatividade de colaboradores) e, como consequência, a empresa economiza bastante no custo desses processos seletivos e dos desligamentos. 

Fortalecimento da marca

Grandes empresas, como a Netflix, já aderiram ao People Centric. Essa adesão por si só já é uma propaganda. Ter o people centric como uma diretriz empresarial faz com que os colaboradores gostem de estar trabalhando ali, os clientes defendam e indiquem a empresa, e os novos talentos optem por estar e continuar naquele ambiente, já que ele emana vantagens trabalhistas. 

Fidelização de clientes

Empresas que têm People Centric estão sempre ouvindo os seus clientes. Estes feedbacks constantes fazem com que os serviços e ou os produtos sejam mais assertivos, assim como os atendimentos. Nesse sentido, os clientes são fidelizados com uma rapidez muito maior do que seriam em uma empresa sem essa política. 

Colaboradores engajados

É comprovado que colaboradores felizes com suas funções e com o seu ambiente de trabalho são muito mais produtivos. Essa produtividade se dá, principalmente, ao engajamento deles. Essas pessoas enxergam o sucesso da empresa como um sucesso próprio e, com isso, trabalham ainda mais para o bom funcionamento do negócio. 

Como aplicar uma gestão People Centric na prática?

Confira:

Reorganização da cultura organizacional

A cultura organizacional é basicamente o modo de funcionamento de uma empresa, tudo que dita como os funcionários devem se portar e para que lado os projetos devem ir. Para aplicar o people centric, é crucial que essa cultura seja repensada, alterando o que não faz sentido. É interessante que essas reorganizações sejam periódicas. 

Reconhecimento das individualidades e dos talentos de cada um

Sabendo somente o conceito de people centric, já é possível entender que essa é uma forma de gestão completamente inclusiva. Dessa forma, para colocá-lo em prática, é crucial que o respeito às individualidades de cada um não seja vilipendiado. Além disso, é bom conhecer o talento dos colaboradores para que eles sejam colocados em funções adequadas. 

Boa liderança

Muitas pessoas confundem as ideias de respeito às individualidades e escuta aos colaboradores com falta de liderança e de pulso firme. A verdade é que uma coisa não é nada contraditória a outra. Não só é possível como também é fundamental ter uma boa liderança para fazer com que o people centric funcione em uma empresa.

Qualidade de vida

Ainda sobrepondo a ideia de que colaboradores que trabalham de acordo com uma gestão people centric são mais produtivos, é evidente que quem tem qualidade de vida fora do trabalho é muito mais produtivo. Dessa forma, a empresa precisa proporcionar ao trabalhador benefícios que também contribuam com esse fator. Além disso, é crucial não desestimular mães e incentivar pais a serem mais participativos em suas famílias. 

Investimento em tecnologia

Assim como people centric não significa falta de liderança, esse modo de gestão também não considera que somente pessoas colaboram para o andamento empresarial. Dessa forma, a empresa deve continuar investimento em tecnologia, mas tendo sempre em mente que ela não é nada sem a participação ativa de pessoas. 

Foco na experiência

Se o people centric coloca as pessoas no centro, esse estilo de gestão precisa considerar a experiência que elas estão tendo para com a empresa. Essa é uma experiência que deve ser pensada tanto para os clientes quanto para os colaboradores. Itens como feedbacks constantes e oferecimento de benefícios ajudam bastante a melhorar esse aspecto.

Acompanhamento dos resultados

Colocar em prática uma gestão de people centric (principalmente se as mudanças forem expressivas) é algo que exige muito planejamento e preparação para diferentes etapas. Por ser um trabalho progressivo, algo que deu errado no meio do caminho pode acarretar em um grande problema. Principalmente por isso, o acompanhamento constante dos resultados por meio de métricas é indispensável.

Várias empresas internacionais já tem o people centric como uma das suas principais diretrizes. Se a sua empresa está entrando ou planeja entrar no processo de internacionalização, conte com o Lingopass para te ajudar a capacitar sua equipe em outros idiomas e melhorar sua comunicação com o mercado estrangeiro.

People Centric: Entenda o conceito e a importância de ter uma empresa centrada em pessoas

por
Lingopass
16.1.2023
Tempo de leitura:

Pessoas no centro: entenda o conceito de People Centric e como aplicá-lo na gestão da sua empresa

Pensar que uma empresa funciona por meio de processos é algo que, apesar de errôneo, é bem comum. Dentro dessa formulação quase que industrial, o trabalho é sempre entregue, mas nem sempre os talentos conseguem se destacar e as empresas inovarem em termos de modo produtivo. O people centric é uma nova estratégia que soluciona esse problema.  

O conceito de People Centric

“People centric'', termo que pode ser traduzido como “Pessoas no Centro”, é uma forma de gestão empresarial que entende que sem pessoas uma empresa não flui. Já há alguns anos, esse foi um raciocínio aplicado veemente para os clientes, porém atualmente está havendo uma evolução nesse pensamento, agora entendendo que os colaboradores também fazem parte desse conceito, ou seja, há um senso colaborativo muito grande. 

O que define uma empresa People Centric?

Há dois principais pontos que formam a base do conceito de people centric, sendo a importância dos indivíduos relacionados à empresa, e a necessidade de balancear as necessidades dos dois lados envolvidos nos processos da empresa. Confira mais sobre isso abaixo:

Pessoas > Processos

Ainda é muito comum encontrar empresários que acham que quanto mais tempo os seus colaboradores dispõem realizando suas funções, mais produtivos eles são. Essa é uma visão errônea que não entende que a qualidade de seu serviço e a qualidade da entrega que o negócio faz dependem das pessoas que formam a empresa, ou seja, pessoas são maiores que processos. 

Equilíbrio entre necessidades empresariais e desejos pessoais

Uma empresa que aplica o people centric entende que não adianta nada reter talentos se eles não conseguem se expandir dentro das normas empresariais. 

Dessa forma, se suas ideias não forem levadas em consideração e eles não tiverem o incentivo para colocar em prática o que está em suas mentes criativas, não adianta nada ter contratado um talento. A empresa people centric, nesse sentido, alia as necessidades da empresa com o serviço colaborativo dos funcionários. 

A importância e as vantagens de se investir em uma gestão People Centric

Existem diversos motivos pelos quais optar pela gestão people centric é uma boa ideia, indo desde um clima organizacional mais harmonioso, até a criação de um maior senso de engajamento dos colaboradores. Entenda melhor todas as vantagens que esse tipo de gestão pode proporcionar à sua empresa:

Melhorias no clima organizacional

Quando as pessoas se sentem ouvidas dentro de uma empresa, elas começam a praticar suas atividades com mais facilidade de escuta ativa e, como consequência, o senso de empatia delas fica muito mais aguçado. Assim, uma das vantagens do people centric é melhorar consideravelmente o ambiente de trabalho e o clima organizacional. 

Redução de custos

O people centric ajuda na redução de custos pois ele consegue fazer com que os clientes se fidelizem bem mais rápido, o que corta muitas das etapas de fidelização e reduzem os custos para atrair clientes. Já para os colaboradores, o people centric reduz o turnover (rotatividade de colaboradores) e, como consequência, a empresa economiza bastante no custo desses processos seletivos e dos desligamentos. 

Fortalecimento da marca

Grandes empresas, como a Netflix, já aderiram ao People Centric. Essa adesão por si só já é uma propaganda. Ter o people centric como uma diretriz empresarial faz com que os colaboradores gostem de estar trabalhando ali, os clientes defendam e indiquem a empresa, e os novos talentos optem por estar e continuar naquele ambiente, já que ele emana vantagens trabalhistas. 

Fidelização de clientes

Empresas que têm People Centric estão sempre ouvindo os seus clientes. Estes feedbacks constantes fazem com que os serviços e ou os produtos sejam mais assertivos, assim como os atendimentos. Nesse sentido, os clientes são fidelizados com uma rapidez muito maior do que seriam em uma empresa sem essa política. 

Colaboradores engajados

É comprovado que colaboradores felizes com suas funções e com o seu ambiente de trabalho são muito mais produtivos. Essa produtividade se dá, principalmente, ao engajamento deles. Essas pessoas enxergam o sucesso da empresa como um sucesso próprio e, com isso, trabalham ainda mais para o bom funcionamento do negócio. 

Como aplicar uma gestão People Centric na prática?

Confira:

Reorganização da cultura organizacional

A cultura organizacional é basicamente o modo de funcionamento de uma empresa, tudo que dita como os funcionários devem se portar e para que lado os projetos devem ir. Para aplicar o people centric, é crucial que essa cultura seja repensada, alterando o que não faz sentido. É interessante que essas reorganizações sejam periódicas. 

Reconhecimento das individualidades e dos talentos de cada um

Sabendo somente o conceito de people centric, já é possível entender que essa é uma forma de gestão completamente inclusiva. Dessa forma, para colocá-lo em prática, é crucial que o respeito às individualidades de cada um não seja vilipendiado. Além disso, é bom conhecer o talento dos colaboradores para que eles sejam colocados em funções adequadas. 

Boa liderança

Muitas pessoas confundem as ideias de respeito às individualidades e escuta aos colaboradores com falta de liderança e de pulso firme. A verdade é que uma coisa não é nada contraditória a outra. Não só é possível como também é fundamental ter uma boa liderança para fazer com que o people centric funcione em uma empresa.

Qualidade de vida

Ainda sobrepondo a ideia de que colaboradores que trabalham de acordo com uma gestão people centric são mais produtivos, é evidente que quem tem qualidade de vida fora do trabalho é muito mais produtivo. Dessa forma, a empresa precisa proporcionar ao trabalhador benefícios que também contribuam com esse fator. Além disso, é crucial não desestimular mães e incentivar pais a serem mais participativos em suas famílias. 

Investimento em tecnologia

Assim como people centric não significa falta de liderança, esse modo de gestão também não considera que somente pessoas colaboram para o andamento empresarial. Dessa forma, a empresa deve continuar investimento em tecnologia, mas tendo sempre em mente que ela não é nada sem a participação ativa de pessoas. 

Foco na experiência

Se o people centric coloca as pessoas no centro, esse estilo de gestão precisa considerar a experiência que elas estão tendo para com a empresa. Essa é uma experiência que deve ser pensada tanto para os clientes quanto para os colaboradores. Itens como feedbacks constantes e oferecimento de benefícios ajudam bastante a melhorar esse aspecto.

Acompanhamento dos resultados

Colocar em prática uma gestão de people centric (principalmente se as mudanças forem expressivas) é algo que exige muito planejamento e preparação para diferentes etapas. Por ser um trabalho progressivo, algo que deu errado no meio do caminho pode acarretar em um grande problema. Principalmente por isso, o acompanhamento constante dos resultados por meio de métricas é indispensável.

Várias empresas internacionais já tem o people centric como uma das suas principais diretrizes. Se a sua empresa está entrando ou planeja entrar no processo de internacionalização, conte com o Lingopass para te ajudar a capacitar sua equipe em outros idiomas e melhorar sua comunicação com o mercado estrangeiro.

Ver também:
1.12.23
Omnichannel e comunicação efetiva: Por que o inglês é a chave para o sucesso global no setor de varejo
29.11.23
Cursos de idiomas: Entenda porque nas empresas o assunto vai muito além do aprendizado de novas línguas
27.11.23
A globalização do varejo: Como o inglês e as formas de pagamento online desempenham um papel crucial
Faça Aulas gratuitas de conversação:
Sou Aluno
Seta apontando para a diagonal alta direita. Representando um link para outra página
lingonews
Receba novidades e conteúdos exclusivos em nossas newsletters.
Obrigado por se cadastrar!
Email inválido. Tente novamente ou use outro email.
Estamos na lista de 100 Startups to Watch, pela Pequenas Empresas e Grandes Negócios
Estamos na lista das 100 Latam EdTech mais promissoras de 2022, pela HolonIQ
Acelerado por grandes parceiros:
© 2023 Lingopass - todos os direitos reservados. Termo de Uso e Política de Privacidade