por
Lingopass
23.1.2023

Veja a diferença entre RH e gestão de pessoas

RH e Gestão de Pessoas: entenda a diferença e como uma função complementa a outra

Está havendo uma tendência no mercado de trabalho em que as pessoas são consideradas maiores que os processos, o chamando people centric. Nesse cenário, um novo setor empresarial ascende: a gestão de pessoas. Há um tempo, muitas dessas atribuições ficavam para o RH, entretanto, é necessário separar as áreas e entender a diferença entre RH e gestão de pessoas para que o trabalho seja bem feito em ambas.  

A diferença entre RH e Gestão de Pessoas

As atribuições dadas ao RH gestão de pessoas são muito semelhantes em vários pontos, principalmente porque ambas tratam de pessoas. Entretanto, para definir a real diferença entre essas duas áreas, basta pensar que o RH cuida dos processos que garantem que o trabalho da gestão de pessoas possa ser feito conforme as normas empresariais e jurídicas.

O que o RH faz?

RH é a sigla para recursos humanos. É essa área da empresa que trata da burocracia no sistema estratégico de uma empresa. Dessa forma, ele irá administrar a forma como os colaboradores irão desempenhar as suas funções, assim como definir práticas que organizem o trabalho, sendo uma verdadeira ponte entre os diversos setores que atuam em um negócio.

O que Gestão de Pessoas faz?

A gestão de pessoas tem o seu olhar voltado às, como o nome sugere, pessoas. Dessa forma, esse setor irá se preocupar com o engajamento e o desempenho dos colaboradores. Para isso, os profissionais da área irão fazer uma avaliação do desempenho desses colaboradores e criar um plano de ação para melhorar progressivamente a situação. 

Responsabilidades do RH

Entre os vários processos pelos quais o RH é responsável, estão o acompanhamento dos colaboradores e da liderança, a realização da seleção e recrutamento de talentos, a entrega dos benefícios aos colaboradores, cuidar da entrega dos benefícios aos funcionários, entre outras atividades. Saiba mais sobre cada um dos processos logo abaixo:

Acompanhar os colaboradores e a liderança

Neste quesito, o RH deve atuar como uma espécie de "fiscalizador" do trabalho da gestão de pessoas. Aqui, os profissionais dessa área irão fazer pesquisas que foquem em avaliar o desempenho da equipe e da liderança. 

Ser responsável pelo processo de seleção e recrutamento

A maioria das empresas têm um processo criterioso e longo para selecionar e recrutar os seus colaboradores. Essa é uma etapa que, além de burocrática, precisa ser assertiva e é atribuição do RH. 

Garantir a entrega dos benefícios aos colaboradores

Empresas que entendem que as pessoas são o centro da empresa (e consequentemente, maiores que processos) sabem como a satisfação dos membros da equipe e o engajamento são relevantes. Para isso, o RH disponibiliza e cuida dos benefícios que contribuem para esse raciocínio. 

Aplicar as políticas empresariais no dia a dia dos colaboradores

Toda empresa possui suas próprias diretrizes, que formulam um método próprio de trabalho. Nesse sentido, o RH irá garantir a aplicação dessas políticas na rotina da empresa. 

Organizar os salários e os planos de carreira

Assim como os benefícios, o plano de carreira é essencial para motivar os colaboradores.  É função do RH estabelecer esse plano aos colaboradores, assim como a organização e definição dos salários. 

Garantir a segurança e a qualidade de vida dentro do ambiente de trabalho

Contribuindo para a satisfação dos colaboradores, é também preciso garantir a segurança do trabalho e que os funcionários tenham qualidade de vida. Todas as atribuições nesse sentido são função do RH. 

Responsabilidades da Gestão de Pessoas

O setor de gestão de pessoas possui diversas responsabilidades e funções, que vão desde a criação e o reforço da cultura organizacional, até a necessidade de garantir que a comunicação entre a empresa e os funcionários seja efetiva. Confira os detalhes de cada uma das responsabilidades dessa área abaixo: 

Criar e reforçar a cultura organizacional

A cultura organizacional é muito semelhante às diretrizes empresariais, entretanto, ela é mais fluida e visível nas relações entre os colegas. A verificação da eficácia dessa cultura é função da gestão de pessoas. 

Foco nos colaboradores

Os profissionais da gestão de pessoas trabalham de forma extremamente próxima aos outros colaboradores de todas as áreas da empresa. Assim, esse setor se preocupa com a experiência direta desses funcionários. 

Levantar e propor novas tecnologias

Muita gente tem a ideia falsa de que empresas que se preocupam com as pessoas e entendem que elas são o centro não focam em tecnologia. Tecnologias que contribuem para a produtividade são muito bem vindas e devem ser incentivadas e propostas pela gestão de pessoas. 

Incentivar a equipe a investir em conhecimento

Ter colaboradores cada vez mais experientes e qualificados é de interesse da empresa. Garantir essa qualificação por parte dos colaboradores é função da gestão de pessoas. 

Determinar perfil de contratação adequado à empresa

Enquanto o RH fica responsável por fazer a contratação, é a gestão de pessoas que entrega ao RH as características primordiais que um funcionário da empresa deve ter. 

Garantir boa comunicação entre empresa e colaboradores

Para que os processos realmente funcionem, é crucial que a empresa informe suas expectativas e diretrizes para os colaboradores, sem que haja ruídos. Isso é a gestão de pessoas quem faz. 

Qual a relação entre ambas as áreas e como elas podem se complementar?

Ao entender a principal diferença entre ambas as áreas, já dá para começar a enxergar como elas se complementam. Pensando nas consequências, a gestão de pessoas melhora a experiência dos colaboradores para que eles sejam mais engajados e produtos, enquanto que os recursos humanos garantem que esses processos funcionem de forma correta e que o objetivo da empresa seja atingido. 

Dessa maneira, o diálogo entre essas duas partes é o item mais importante dentro da comunicação organizacional de uma empresa. Se elas não traçarem um plano de ação juntas, haverão graves falhas no funcionamento da empresa e na execução de projetos. 

Ambas regem a experiência do colaborador

Tanto a gestão de pessoas quanto o RH colaboram para itens como recrutamento e engajamento dos colaboradores, formação de talentos e estruturação de equipes. Nesse cenário, a gestão de pessoas irá atuar mais próximo as pessoas, identificando os reais problemas e apontando para o RH as possíveis soluções. 

Uma área depende da outra

Compreender como ambas regem a experiência do colaborador já é o primeiro passo para entender que uma área depende da outra. Sem a gestão de pessoas, o RH não consegue definir caminhos adequados ao bom funcionamento da empresa e, sem o RH, a gestão de pessoas fica apenas no levantamento de dados. 

A não consideração da dependência uma da outra, assim como a confusão sobre as funções de cada uma das áreas, faz com que haja um acúmulo de funções e, como consequência, os processos não serão realizados de forma eficaz. 

Saber a diferença entre RH e gestão de pessoas é essencial para a internacionalização de empresas. Ainda assim, existem alguns outros quesitos organizacionais que são super importantes para levar um negócio para um país estrangeiro. Saiba mais com o Lingopass.

Veja a diferença entre RH e gestão de pessoas

por
Lingopass
23.1.2023
Tempo de leitura:

RH e Gestão de Pessoas: entenda a diferença e como uma função complementa a outra

Está havendo uma tendência no mercado de trabalho em que as pessoas são consideradas maiores que os processos, o chamando people centric. Nesse cenário, um novo setor empresarial ascende: a gestão de pessoas. Há um tempo, muitas dessas atribuições ficavam para o RH, entretanto, é necessário separar as áreas e entender a diferença entre RH e gestão de pessoas para que o trabalho seja bem feito em ambas.  

A diferença entre RH e Gestão de Pessoas

As atribuições dadas ao RH gestão de pessoas são muito semelhantes em vários pontos, principalmente porque ambas tratam de pessoas. Entretanto, para definir a real diferença entre essas duas áreas, basta pensar que o RH cuida dos processos que garantem que o trabalho da gestão de pessoas possa ser feito conforme as normas empresariais e jurídicas.

O que o RH faz?

RH é a sigla para recursos humanos. É essa área da empresa que trata da burocracia no sistema estratégico de uma empresa. Dessa forma, ele irá administrar a forma como os colaboradores irão desempenhar as suas funções, assim como definir práticas que organizem o trabalho, sendo uma verdadeira ponte entre os diversos setores que atuam em um negócio.

O que Gestão de Pessoas faz?

A gestão de pessoas tem o seu olhar voltado às, como o nome sugere, pessoas. Dessa forma, esse setor irá se preocupar com o engajamento e o desempenho dos colaboradores. Para isso, os profissionais da área irão fazer uma avaliação do desempenho desses colaboradores e criar um plano de ação para melhorar progressivamente a situação. 

Responsabilidades do RH

Entre os vários processos pelos quais o RH é responsável, estão o acompanhamento dos colaboradores e da liderança, a realização da seleção e recrutamento de talentos, a entrega dos benefícios aos colaboradores, cuidar da entrega dos benefícios aos funcionários, entre outras atividades. Saiba mais sobre cada um dos processos logo abaixo:

Acompanhar os colaboradores e a liderança

Neste quesito, o RH deve atuar como uma espécie de "fiscalizador" do trabalho da gestão de pessoas. Aqui, os profissionais dessa área irão fazer pesquisas que foquem em avaliar o desempenho da equipe e da liderança. 

Ser responsável pelo processo de seleção e recrutamento

A maioria das empresas têm um processo criterioso e longo para selecionar e recrutar os seus colaboradores. Essa é uma etapa que, além de burocrática, precisa ser assertiva e é atribuição do RH. 

Garantir a entrega dos benefícios aos colaboradores

Empresas que entendem que as pessoas são o centro da empresa (e consequentemente, maiores que processos) sabem como a satisfação dos membros da equipe e o engajamento são relevantes. Para isso, o RH disponibiliza e cuida dos benefícios que contribuem para esse raciocínio. 

Aplicar as políticas empresariais no dia a dia dos colaboradores

Toda empresa possui suas próprias diretrizes, que formulam um método próprio de trabalho. Nesse sentido, o RH irá garantir a aplicação dessas políticas na rotina da empresa. 

Organizar os salários e os planos de carreira

Assim como os benefícios, o plano de carreira é essencial para motivar os colaboradores.  É função do RH estabelecer esse plano aos colaboradores, assim como a organização e definição dos salários. 

Garantir a segurança e a qualidade de vida dentro do ambiente de trabalho

Contribuindo para a satisfação dos colaboradores, é também preciso garantir a segurança do trabalho e que os funcionários tenham qualidade de vida. Todas as atribuições nesse sentido são função do RH. 

Responsabilidades da Gestão de Pessoas

O setor de gestão de pessoas possui diversas responsabilidades e funções, que vão desde a criação e o reforço da cultura organizacional, até a necessidade de garantir que a comunicação entre a empresa e os funcionários seja efetiva. Confira os detalhes de cada uma das responsabilidades dessa área abaixo: 

Criar e reforçar a cultura organizacional

A cultura organizacional é muito semelhante às diretrizes empresariais, entretanto, ela é mais fluida e visível nas relações entre os colegas. A verificação da eficácia dessa cultura é função da gestão de pessoas. 

Foco nos colaboradores

Os profissionais da gestão de pessoas trabalham de forma extremamente próxima aos outros colaboradores de todas as áreas da empresa. Assim, esse setor se preocupa com a experiência direta desses funcionários. 

Levantar e propor novas tecnologias

Muita gente tem a ideia falsa de que empresas que se preocupam com as pessoas e entendem que elas são o centro não focam em tecnologia. Tecnologias que contribuem para a produtividade são muito bem vindas e devem ser incentivadas e propostas pela gestão de pessoas. 

Incentivar a equipe a investir em conhecimento

Ter colaboradores cada vez mais experientes e qualificados é de interesse da empresa. Garantir essa qualificação por parte dos colaboradores é função da gestão de pessoas. 

Determinar perfil de contratação adequado à empresa

Enquanto o RH fica responsável por fazer a contratação, é a gestão de pessoas que entrega ao RH as características primordiais que um funcionário da empresa deve ter. 

Garantir boa comunicação entre empresa e colaboradores

Para que os processos realmente funcionem, é crucial que a empresa informe suas expectativas e diretrizes para os colaboradores, sem que haja ruídos. Isso é a gestão de pessoas quem faz. 

Qual a relação entre ambas as áreas e como elas podem se complementar?

Ao entender a principal diferença entre ambas as áreas, já dá para começar a enxergar como elas se complementam. Pensando nas consequências, a gestão de pessoas melhora a experiência dos colaboradores para que eles sejam mais engajados e produtos, enquanto que os recursos humanos garantem que esses processos funcionem de forma correta e que o objetivo da empresa seja atingido. 

Dessa maneira, o diálogo entre essas duas partes é o item mais importante dentro da comunicação organizacional de uma empresa. Se elas não traçarem um plano de ação juntas, haverão graves falhas no funcionamento da empresa e na execução de projetos. 

Ambas regem a experiência do colaborador

Tanto a gestão de pessoas quanto o RH colaboram para itens como recrutamento e engajamento dos colaboradores, formação de talentos e estruturação de equipes. Nesse cenário, a gestão de pessoas irá atuar mais próximo as pessoas, identificando os reais problemas e apontando para o RH as possíveis soluções. 

Uma área depende da outra

Compreender como ambas regem a experiência do colaborador já é o primeiro passo para entender que uma área depende da outra. Sem a gestão de pessoas, o RH não consegue definir caminhos adequados ao bom funcionamento da empresa e, sem o RH, a gestão de pessoas fica apenas no levantamento de dados. 

A não consideração da dependência uma da outra, assim como a confusão sobre as funções de cada uma das áreas, faz com que haja um acúmulo de funções e, como consequência, os processos não serão realizados de forma eficaz. 

Saber a diferença entre RH e gestão de pessoas é essencial para a internacionalização de empresas. Ainda assim, existem alguns outros quesitos organizacionais que são super importantes para levar um negócio para um país estrangeiro. Saiba mais com o Lingopass.

Ver também:
20.9.23
Curso de Idiomas online: um benefício necessário para suas equipes.
22.9.22
Lingopass está na lista anual de 2022 da HolonIQ
21.8.23
Lingopass + Azul: Parceria que levou 4 gestores de RH para Paris
Faça Aulas gratuitas de conversação:
Sou Aluno
Seta apontando para a diagonal alta direita. Representando um link para outra página
lingonews
Receba novidades e conteúdos exclusivos em nossas newsletters.
Obrigado por se cadastrar!
Email inválido. Tente novamente ou use outro email.
Estamos na lista de 100 Startups to Watch, pela Pequenas Empresas e Grandes Negócios
Estamos na lista das 100 Latam EdTech mais promissoras de 2022 e 2023, pela HolonIQ
Acelerado por grandes parceiros:
©Lingopass - todos os direitos reservados. Termo de Uso e Política de Privacidade