por
Lingopass
24.5.2022

Como lidar com a ansiedade no trabalho e usá-la para tomar atitudes

É inegável que o mundo está cada dia mais rápido e complexo. Um estudo realizado The World Economic Forum em Genebra, informou que 50% do conteúdo estudado no primeiro ano na universidade se torna ultrapassado já no quarto ano. E mais de um terço do conjunto de competências essenciais necessárias para a maioria das profissões relevantes será composto por habilidades que ainda não são consideradas fundamentais. Então, como não se sentir ansioso diante deste cenário de incertezas e mudanças contínuas?

A velocidade com que as mudanças ocorrem exige que as empresas e os colaboradores transformem as fraquezas desse novo mundo em forças para se manterem ativos no mercado, onde a resiliência e inteligência emocional serão as principais habilidades extremamente necessárias.

Segundo estudo realizado pela Organização Mundial de Saúde, a OMS, em 2018, o Brasil vive hoje uma epidemia de ansiedade. Outro estudo realizado pela empresa de recrutamento Robert Half em 13 países também revelou que os brasileiros são os mais estressados no mercado de trabalho. Segundo o levantamento, 42% dos profissionais do país convivem frequentemente com o estresse e a ansiedade gerados pelo emprego.

Para enfrentar esse problema, 60% das empresas apostam no trabalho em equipe e 51% acreditam na reestruturação das funções de trabalho e tarefas. Mas enquanto isso não ocorre na prática, aqui vão algumas dicas:

Identifique a fonte do problema

Para compreender a verdadeira fonte da sua ansiedade, analise de perto seus hábitos, atitudes e desculpas. Às vezes, ignoramos aquilo que sentimos e pensamos e esse comportamento acaba se tornando um indutor de estresse.

Digamos que você sente ansiedade porque tem um artigo com prazo para amanhã e ainda nem começou a pensar no que escrever. A mensagem que sua ansiedade está enviando é: “Ei, você tem um prazo chegando, está na hora de arregaçar as mangas”.

Quando você arregaça as mangas e começa a trabalhar, sua ansiedade já fez sua parte, então você não vai mais sentir aquilo quando está escrevendo o artigo. Aceite a responsabilidade pelo papel que você desempenha ou seu nível de ansiedade vai permanecer fora do controle.

Estabeleça prioridades

Reserve 15 minutos no fim de semana ou quando você estiver mais relaxado, para fazer o planejamento da semana seguinte com calma.

De que forma?

Faça uma lista com suas tarefas diárias ou semanais, calcule o tempo necessário para cada uma delas e priorize as mais importantes. Não lote sua agenda e reserve tempo para os imprevistos.

Não tente controlar tudo o tempo todo

Muitas coisas estão além do nosso controle, principalmente no que se refere ao comportamento de outras pessoas. Em vez de tentar mudá-las ou reclamar, foque naquilo que você pode controlar, como a maneira que você escolhe para reagir aos problemas.

Na hora do rush… Respire…

A respiração está diretamente conectada com o estado emocional. Desse modo, se o que sentimos reflete no ritmo respiratório, como uma respiração mais acelerada num momento de tensão, é possível também controlar inspiração e expiração para induzir a calma.

Sente-se confortavelmente, feche os olhos se puder, e inspire cinco segundos, segure e expire pelo nariz contando até dez. Repita cinco vezes. Essa técnica simples vai ajudá-lo a relaxar, combater os sintomas da ansiedade e do estresse, restaurar o equilíbrio e eliminar toxinas de seu corpo.

Adquira um hobby

Um hobby frequentemente funciona como uma válvula de escape para as tensões e preocupações do dia a dia e é uma medida imprescindível para quem tem algum quadro envolvendo ansiedade.

Dessa forma, ter um hobby pode ajudar a driblar os sintomas e a melhorar o humor. Assim, por mais que você goste de sua profissão, realizar algum tipo de hobby envolvendo trabalho não surte o efeito desejado. Portanto, encontre algo que você gosta, mas diferente daquilo que você já faz hoje como sua atividade principal. Por exemplo, para alguém que trabalha o dia inteiro em frente a uma tela de computador, escrevendo textos, o ideal é realizar alguma atividade física ou um esporte.

Encontrando a paz

Se você quer aplicar as dicas de como lidar com a ansiedade no trabalho e fazer com que ela tenha um impacto positivo em relação à sua produtividade, precisa pegar essas informações e usá-las como catalisadoras para agir.

Quando você começa a caminhar na direção certa, a ansiedade não é mais necessária. E, como resultado, todos os sentimentos desconfortáveis da ansiedade começam a ir embora. Dessa forma, você não precisa resolver todo problema em potencial no trabalho para usufruir dos benefícios — tomar algumas medidas já mais do que suficiente para dar um gás na produtividade e diminuir o estresse e a ansiedade.

Como lidar com a ansiedade no trabalho e usá-la para tomar atitudes

por
Lingopass
24.5.2022
Tempo de leitura:

É inegável que o mundo está cada dia mais rápido e complexo. Um estudo realizado The World Economic Forum em Genebra, informou que 50% do conteúdo estudado no primeiro ano na universidade se torna ultrapassado já no quarto ano. E mais de um terço do conjunto de competências essenciais necessárias para a maioria das profissões relevantes será composto por habilidades que ainda não são consideradas fundamentais. Então, como não se sentir ansioso diante deste cenário de incertezas e mudanças contínuas?

A velocidade com que as mudanças ocorrem exige que as empresas e os colaboradores transformem as fraquezas desse novo mundo em forças para se manterem ativos no mercado, onde a resiliência e inteligência emocional serão as principais habilidades extremamente necessárias.

Segundo estudo realizado pela Organização Mundial de Saúde, a OMS, em 2018, o Brasil vive hoje uma epidemia de ansiedade. Outro estudo realizado pela empresa de recrutamento Robert Half em 13 países também revelou que os brasileiros são os mais estressados no mercado de trabalho. Segundo o levantamento, 42% dos profissionais do país convivem frequentemente com o estresse e a ansiedade gerados pelo emprego.

Para enfrentar esse problema, 60% das empresas apostam no trabalho em equipe e 51% acreditam na reestruturação das funções de trabalho e tarefas. Mas enquanto isso não ocorre na prática, aqui vão algumas dicas:

Identifique a fonte do problema

Para compreender a verdadeira fonte da sua ansiedade, analise de perto seus hábitos, atitudes e desculpas. Às vezes, ignoramos aquilo que sentimos e pensamos e esse comportamento acaba se tornando um indutor de estresse.

Digamos que você sente ansiedade porque tem um artigo com prazo para amanhã e ainda nem começou a pensar no que escrever. A mensagem que sua ansiedade está enviando é: “Ei, você tem um prazo chegando, está na hora de arregaçar as mangas”.

Quando você arregaça as mangas e começa a trabalhar, sua ansiedade já fez sua parte, então você não vai mais sentir aquilo quando está escrevendo o artigo. Aceite a responsabilidade pelo papel que você desempenha ou seu nível de ansiedade vai permanecer fora do controle.

Estabeleça prioridades

Reserve 15 minutos no fim de semana ou quando você estiver mais relaxado, para fazer o planejamento da semana seguinte com calma.

De que forma?

Faça uma lista com suas tarefas diárias ou semanais, calcule o tempo necessário para cada uma delas e priorize as mais importantes. Não lote sua agenda e reserve tempo para os imprevistos.

Não tente controlar tudo o tempo todo

Muitas coisas estão além do nosso controle, principalmente no que se refere ao comportamento de outras pessoas. Em vez de tentar mudá-las ou reclamar, foque naquilo que você pode controlar, como a maneira que você escolhe para reagir aos problemas.

Na hora do rush… Respire…

A respiração está diretamente conectada com o estado emocional. Desse modo, se o que sentimos reflete no ritmo respiratório, como uma respiração mais acelerada num momento de tensão, é possível também controlar inspiração e expiração para induzir a calma.

Sente-se confortavelmente, feche os olhos se puder, e inspire cinco segundos, segure e expire pelo nariz contando até dez. Repita cinco vezes. Essa técnica simples vai ajudá-lo a relaxar, combater os sintomas da ansiedade e do estresse, restaurar o equilíbrio e eliminar toxinas de seu corpo.

Adquira um hobby

Um hobby frequentemente funciona como uma válvula de escape para as tensões e preocupações do dia a dia e é uma medida imprescindível para quem tem algum quadro envolvendo ansiedade.

Dessa forma, ter um hobby pode ajudar a driblar os sintomas e a melhorar o humor. Assim, por mais que você goste de sua profissão, realizar algum tipo de hobby envolvendo trabalho não surte o efeito desejado. Portanto, encontre algo que você gosta, mas diferente daquilo que você já faz hoje como sua atividade principal. Por exemplo, para alguém que trabalha o dia inteiro em frente a uma tela de computador, escrevendo textos, o ideal é realizar alguma atividade física ou um esporte.

Encontrando a paz

Se você quer aplicar as dicas de como lidar com a ansiedade no trabalho e fazer com que ela tenha um impacto positivo em relação à sua produtividade, precisa pegar essas informações e usá-las como catalisadoras para agir.

Quando você começa a caminhar na direção certa, a ansiedade não é mais necessária. E, como resultado, todos os sentimentos desconfortáveis da ansiedade começam a ir embora. Dessa forma, você não precisa resolver todo problema em potencial no trabalho para usufruir dos benefícios — tomar algumas medidas já mais do que suficiente para dar um gás na produtividade e diminuir o estresse e a ansiedade.

Ver também:
9.3.21
Lingotalks #5: línguas estrangeiras são passaporte para a liberdade, humildade e conhecimento
12.4.21
Lingotalks #8: o aprendizado de diversos idiomas para além do escopo do mundo corporativo
14.2.21
Lingotalks #3: o inglês como oportunidade em carreiras de tecnologia
Faça Aulas gratuitas de conversação:
Sou Aluno
Seta apontando para a diagonal alta direita. Representando um link para outra página
lingonews
Receba novidades e conteúdos exclusivos em nossas newsletters.
Obrigado por se cadastrar!
Email inválido. Tente novamente ou use outro email.
Estamos na lista de 100 Startups to Watch, pela Pequenas Empresas e Grandes Negócios
Estamos na lista das 100 Latam EdTech mais promissoras de 2022 e 2023, pela HolonIQ
Acelerado por grandes parceiros:
©Lingopass - todos os direitos reservados. Termo de Uso e Política de Privacidade