por
Lingopass
8.5.2024

Startup apresenta inovação para capturar CO2 na indústria da mineração

A DeCARB, startup oriunda da RECICLI e especializada em tecnologia ambiental, está introduzindo uma solução revolucionária na indústria da mineração: a captura de dióxido de carbono (CO2) usando resíduos como matéria-prima. Em parceria com o Instituto SENAI de Inovação em Biomassa (ISI Biomassa) e a Anglo American, a empresa está avançando na customização de sua tecnologia de descarbonização para atender às necessidades específicas desse setor.

Para impulsionar essa inovação, a empresa planeja investir R$ 20 milhões, destinados à fabricação dos materiais de captura, produção de três equipamentos pilotos e capital de giro. Estima-se que cada equipamento instalado seja capaz de capturar cerca de 166 mil toneladas de CO2 anualmente, contribuindo significativamente para a redução das emissões.

O processo de captura desenvolvido pela DeCARB visa extrair o CO2 diretamente das tubulações e chaminés industriais antes que seja liberado na atmosfera. Utilizando resíduos biológicos como matéria-prima, o processo não apenas reduz o impacto ambiental, mas também evita a emissão de gases de efeito estufa que ocorreriam durante a decomposição desses materiais.

Alanna Vieira, COO da DeCARB, destaca a eficiência da tecnologia, que demonstrou taxas de captura de CO2 alcançando 99% durante testes realizados no programa FIEMG Lab 4.0. Além disso, a empresa está explorando a possibilidade de converter o CO2 capturado em produtos sólidos, não apenas neutralizando as emissões, mas também criando produtos com valor econômico.

Além do desenvolvimento tecnológico, a DeCARB oferece serviços de consultoria para ajudar as indústrias a reduzirem suas emissões de gases de efeito estufa, demonstrando um compromisso abrangente com a sustentabilidade e a mitigação das mudanças climáticas. Com uma abordagem inovadora e sustentável, a DeCARB está liderando o caminho para uma indústria da mineração mais limpa e responsável. Sua visão vai além da redução de emissões; ela visa a transformação do setor, tornando-o mais eficiente e ambientalmente consciente.

Startup apresenta inovação para capturar CO2 na indústria da mineração

por
Lingopass
8.5.2024
Tempo de leitura:
6 minutos

A DeCARB, startup oriunda da RECICLI e especializada em tecnologia ambiental, está introduzindo uma solução revolucionária na indústria da mineração: a captura de dióxido de carbono (CO2) usando resíduos como matéria-prima. Em parceria com o Instituto SENAI de Inovação em Biomassa (ISI Biomassa) e a Anglo American, a empresa está avançando na customização de sua tecnologia de descarbonização para atender às necessidades específicas desse setor.

Para impulsionar essa inovação, a empresa planeja investir R$ 20 milhões, destinados à fabricação dos materiais de captura, produção de três equipamentos pilotos e capital de giro. Estima-se que cada equipamento instalado seja capaz de capturar cerca de 166 mil toneladas de CO2 anualmente, contribuindo significativamente para a redução das emissões.

O processo de captura desenvolvido pela DeCARB visa extrair o CO2 diretamente das tubulações e chaminés industriais antes que seja liberado na atmosfera. Utilizando resíduos biológicos como matéria-prima, o processo não apenas reduz o impacto ambiental, mas também evita a emissão de gases de efeito estufa que ocorreriam durante a decomposição desses materiais.

Alanna Vieira, COO da DeCARB, destaca a eficiência da tecnologia, que demonstrou taxas de captura de CO2 alcançando 99% durante testes realizados no programa FIEMG Lab 4.0. Além disso, a empresa está explorando a possibilidade de converter o CO2 capturado em produtos sólidos, não apenas neutralizando as emissões, mas também criando produtos com valor econômico.

Além do desenvolvimento tecnológico, a DeCARB oferece serviços de consultoria para ajudar as indústrias a reduzirem suas emissões de gases de efeito estufa, demonstrando um compromisso abrangente com a sustentabilidade e a mitigação das mudanças climáticas. Com uma abordagem inovadora e sustentável, a DeCARB está liderando o caminho para uma indústria da mineração mais limpa e responsável. Sua visão vai além da redução de emissões; ela visa a transformação do setor, tornando-o mais eficiente e ambientalmente consciente.

Desafios ambientais: O impacto do CO2 no mundo

O dióxido de carbono (CO2) desempenha um papel central no aquecimento global, agindo como um cobertor que retém o calor na atmosfera terrestre. Ao longo dos últimos 270 anos, a humanidade liberou uma quantidade significativa desse gás, contribuindo para o acelerado aumento da temperatura do planeta e desencadeando uma série de desastres ambientais, como mudanças nos padrões climáticos, correntes oceânicas e pluviosidade.

Paralelamente, as plantas desempenham um papel crucial na mitigação desses danos, absorvendo o carbono atmosférico durante a fotossíntese. Durante esse processo, as plantas utilizam o dióxido de carbono para formar carboidratos, como açúcares solúveis, amido e as fibras que compõem as paredes celulares, como a celulose. Essas paredes celulares são uma forma eficiente das plantas armazenarem carbono a longo prazo, removendo-o da atmosfera.

No entanto, apesar de sua capacidade de absorver CO2, as plantas também são afetadas pelas mudanças na concentração desse gás na atmosfera, o que pode influenciar seu crescimento e desenvolvimento. 

Na indústria da mineração, o CO2 também desempenha um papel significativo no contexto do aquecimento global e das mudanças climáticas. A atividade mineradora, intensiva em energia, frequentemente envolve a queima de combustíveis fósseis, resultando na liberação de CO2 na atmosfera. Além disso, certos processos de mineração, como a mineração de carvão, podem liberar grandes quantidades de CO2 durante a extração, processamento e transporte.

Diante desse cenário, torna-se crucial para a indústria da mineração buscar alternativas para reduzir suas emissões de CO2. Investir em tecnologias mais eficientes e limpas, como a captura e armazenamento de carbono, bem como explorar alternativas energéticas mais sustentáveis, são medidas essenciais. Essas iniciativas não apenas ajudam a mitigar os impactos ambientais da mineração, mas também contribuem para os esforços globais de combate às mudanças climáticas.

Ver também:
5.6.24
Biocombustíveis: O futuro da energia renovável nas fazendas
30.5.24
Principais players no mercado brasileiro de biometano na mira do Lingopass
21.5.24
Energia sustentável: a revolução do Biogás no Brasil
Faça Aulas gratuitas de conversação:
Sou Aluno
Seta apontando para a diagonal alta direita. Representando um link para outra página
lingonews
Receba novidades e conteúdos exclusivos em nossas newsletters.
Obrigado por se cadastrar!
Email inválido. Tente novamente ou use outro email.
Estamos na lista das 100 Latam EdTech mais promissoras de 2022 e 2023, pela HolonIQ
Estamos na lista de 100 Startups to Watch, pela Pequenas Empresas e Grandes Negócios
Acelerado por grandes parceiros:
©Lingopass - todos os direitos reservados. Termo de Uso e Política de Privacidade