por
Lingopass
26.9.2022

Saiba a diferença entre diversidade e inclusão e como aplicar na sua empresa

De acordo com dados publicados em 2021, apenas 8% dos funcionários das empresas se autodeclaram negros, 4% não binários (pessoas trans e travestis), 8% LGBTI+ e 3% são pessoas com deficiência (PCDs). Os números citados são do levantamento realizado pela plataforma de soluções de clima organizacional, engajamento e performance, Pulses, em conjunto com a startup de diversidade e inclusão, Nohs Somos. Iniciada em setembro de 2020, a pesquisa foi respondida por mais de 6.000 pessoas de 60 empresas diferentes.

Diferença entre diversidade e inclusão

Essa realidade coloca o tema em destaque. Por isso é importante que você saiba a diferença entre diversidade e inclusão e como aplicar na sua empresa. Apesar de trabalharem juntas e de dependerem uma da outra, inclusão e diversidade são conceitos diferentes que não podem ser confundidos.

O que é diversidade

Primeiro, o que é diversidade? Para o dicionário significa qualidade daquilo que é diverso, diferente, variado. Ou seja, são as diferenças, que combinadas garantem a singularidade de cada um, são elas que fazem com que cada ser humano seja único.

O que é inclusão

Agora, o segundo passo é entender a inclusão, o que é inclusão? Por definição, é o ato de incluir e acrescentar. Nesse caso, pode ser entendido como adicionar coisas ou pessoas em grupos e núcleos que antes não faziam parte.

Qual é a diferença entre diversidade e inclusão na prática?

Já que você entendeu cada um, qual é a diferença entre diversidade e inclusão na prática? Uma complementa a outra, a diversidade consiste em ter diferentes perfis de funcionários na empresa, com diferentes backgrounds e vivências, que venham dos mais diversos lugares, com outras culturas.

Eles devem conviver sem que essas diferenças interfiram nas relações e produtividade da equipe e empresa. É aí que entra a inclusão. Esses funcionários têm que se sentir à vontade para expor suas opiniões e ideias, produtos das suas diferentes experiências, no ambiente de trabalho. Reconhecer e respeitar essas diferenças é o que resume a inclusão, chave para converter a diversidade em bons resultados para a empresa.

Ter diversidade na empresa não é o bastante se os funcionários não se sentem confortáveis no trabalho ou se são excluídos do processo por suas diferenças. Assim como a inclusão só é possível em ambientes em que haja diversidade.

Qual é a importância de se ter diversidade e inclusão na sua empresa? Você já ouviu falar naquele ditado duas cabeças pensam melhor que uma? Isso é porque as duas pensam diferente, cada uma vai achar uma solução diferente para o problema, e com isso vão resolvê-lo da melhor forma, seja desenvolvendo uma das ideias ou criando uma terceira a partir das outras duas. Isso não é possível se alguma das soluções seja descartada logo de cara só por ser diferente, ou porque vem de uma pessoa diferente.

Uma política mais diversa e inclusiva aumenta a capacidade de resposta diante de desafios, já que ela conta com uma avaliação mais variada das situações. Esse é só um dos benefícios que a diversidade e inclusão nas empresas pode gerar. Existem muitas outras vantagens, como:

Essa pluralidade de ideias exige que cada uma delas seja passada adiante, isso exercita a comunicação do grupo e estimula o diálogo entre os envolvidos. Isso também contribui para o clima entre os funcionários, que desenvolverão a cultura da inclusão e respeito com o outro.

Todos querem trabalhar em um ambiente saudável, logo, isso diminui a rotatividade de funcionários e ajuda a manter os novos talentos que surgem. Esses mesmos talentos também enxergam em empresas com maior diversidade um lugar mais amigável e atrativo para se desenvolver.

O tratamento e relacionamento dos funcionários entre si reflete no serviço prestado. A dinâmica mais aberta e respeitosa dentro da empresa influencia um atendimento mais sensível e próximo do cliente, o que melhora sua reputação. Hoje em dia, o quesito diversidade e inclusão é cada vez mais determinante para a escolha desses mesmos clientes por uma marca, serviço ou empresa.

O conjunto desses atributos torna a empresa mais competitiva e lucrativa, já que conta com um bom ambiente, talentos a se desenvolver, boa imagem no mercado e produtividade satisfatória, proporcionada por todas as práticas anteriores.

Construir e fomentar conscientização nas equipes

Para atingir e conquistar todos esses objetivos, é papel do comando dessas empresas construir e fomentar conscientização nas equipes, para que estejam abertas e ajudem durante o processo. Os funcionários que já fazem parte da empresa são fundamentais para construir uma política com mais diversidade e inclusão. Principalmente por meio do trato com novos contratados.

Para te ajudar, aqui vão algumas práticas e atividades que podem estimular e alavancar esse processo de mudança. Formas de a empresa trabalhar melhor o tema de diversidade e inclusão.

O programa de Integridade é uma das medidas principais para incentivar uma política mais diversa e inclusiva na empresa. Ele auxilia na prevenção de situações desconfortáveis ao criar políticas de tolerância zero a comportamentos inadequados e preconceituosos. Essa fiscalização pode ser feita a partir de regras e conexões com a diversidade e inclusão.

Hoje, a diversidade e inclusão compõem o décimo pilar do Programa de Compliance. Isso faz da discrminação um evento relatável, auditável e ajuda a criar uma cultura interna sólida para todos os funcionários. Essa cultura pode ir além da empresa e se prolongar para fornecedores e stakeholders.

Outra medida combativa para a discriminação é a implementação de um canal de denúncias. As empresas precisam oferecer um ambiente de trabalho seguro. Com o canal de denúncias, funcionários podem denunciar qualquer tipo de preconceito sofrido no ambiente de trabalho.

As medidas tomadas frente a essas denúncias devem ser exemplares e sem tolerância para práticas preconceituosas. Assim, todos sentem que podem confiar nas estratégias da empresa e que frequentam um ambiente de trabalho acolhedor e confiável. Para implementar um canal de denúncias em sua empresa: entre no site do Ouvidor Digital.

Por fim, mas não menos importante, medidas de prevenção também são necessárias para promover o respeito entre os funcionários. Treinamentos e debates são eficazes nesse caso. Promover eventos, debates, campanhas e grupos de discussão sobre a diversidade e inclusão dentro da empresa ajuda a entender formas de melhorar o processo cada vez mais. Além de capacitar todos para lidar com a diversidade de forma inclusiva.

Saiba a diferença entre diversidade e inclusão e como aplicar na sua empresa

por
Lingopass
26.9.2022
Tempo de leitura:

De acordo com dados publicados em 2021, apenas 8% dos funcionários das empresas se autodeclaram negros, 4% não binários (pessoas trans e travestis), 8% LGBTI+ e 3% são pessoas com deficiência (PCDs). Os números citados são do levantamento realizado pela plataforma de soluções de clima organizacional, engajamento e performance, Pulses, em conjunto com a startup de diversidade e inclusão, Nohs Somos. Iniciada em setembro de 2020, a pesquisa foi respondida por mais de 6.000 pessoas de 60 empresas diferentes.

Diferença entre diversidade e inclusão

Essa realidade coloca o tema em destaque. Por isso é importante que você saiba a diferença entre diversidade e inclusão e como aplicar na sua empresa. Apesar de trabalharem juntas e de dependerem uma da outra, inclusão e diversidade são conceitos diferentes que não podem ser confundidos.

O que é diversidade

Primeiro, o que é diversidade? Para o dicionário significa qualidade daquilo que é diverso, diferente, variado. Ou seja, são as diferenças, que combinadas garantem a singularidade de cada um, são elas que fazem com que cada ser humano seja único.

O que é inclusão

Agora, o segundo passo é entender a inclusão, o que é inclusão? Por definição, é o ato de incluir e acrescentar. Nesse caso, pode ser entendido como adicionar coisas ou pessoas em grupos e núcleos que antes não faziam parte.

Qual é a diferença entre diversidade e inclusão na prática?

Já que você entendeu cada um, qual é a diferença entre diversidade e inclusão na prática? Uma complementa a outra, a diversidade consiste em ter diferentes perfis de funcionários na empresa, com diferentes backgrounds e vivências, que venham dos mais diversos lugares, com outras culturas.

Eles devem conviver sem que essas diferenças interfiram nas relações e produtividade da equipe e empresa. É aí que entra a inclusão. Esses funcionários têm que se sentir à vontade para expor suas opiniões e ideias, produtos das suas diferentes experiências, no ambiente de trabalho. Reconhecer e respeitar essas diferenças é o que resume a inclusão, chave para converter a diversidade em bons resultados para a empresa.

Ter diversidade na empresa não é o bastante se os funcionários não se sentem confortáveis no trabalho ou se são excluídos do processo por suas diferenças. Assim como a inclusão só é possível em ambientes em que haja diversidade.

Qual é a importância de se ter diversidade e inclusão na sua empresa? Você já ouviu falar naquele ditado duas cabeças pensam melhor que uma? Isso é porque as duas pensam diferente, cada uma vai achar uma solução diferente para o problema, e com isso vão resolvê-lo da melhor forma, seja desenvolvendo uma das ideias ou criando uma terceira a partir das outras duas. Isso não é possível se alguma das soluções seja descartada logo de cara só por ser diferente, ou porque vem de uma pessoa diferente.

Uma política mais diversa e inclusiva aumenta a capacidade de resposta diante de desafios, já que ela conta com uma avaliação mais variada das situações. Esse é só um dos benefícios que a diversidade e inclusão nas empresas pode gerar. Existem muitas outras vantagens, como:

Essa pluralidade de ideias exige que cada uma delas seja passada adiante, isso exercita a comunicação do grupo e estimula o diálogo entre os envolvidos. Isso também contribui para o clima entre os funcionários, que desenvolverão a cultura da inclusão e respeito com o outro.

Todos querem trabalhar em um ambiente saudável, logo, isso diminui a rotatividade de funcionários e ajuda a manter os novos talentos que surgem. Esses mesmos talentos também enxergam em empresas com maior diversidade um lugar mais amigável e atrativo para se desenvolver.

O tratamento e relacionamento dos funcionários entre si reflete no serviço prestado. A dinâmica mais aberta e respeitosa dentro da empresa influencia um atendimento mais sensível e próximo do cliente, o que melhora sua reputação. Hoje em dia, o quesito diversidade e inclusão é cada vez mais determinante para a escolha desses mesmos clientes por uma marca, serviço ou empresa.

O conjunto desses atributos torna a empresa mais competitiva e lucrativa, já que conta com um bom ambiente, talentos a se desenvolver, boa imagem no mercado e produtividade satisfatória, proporcionada por todas as práticas anteriores.

Construir e fomentar conscientização nas equipes

Para atingir e conquistar todos esses objetivos, é papel do comando dessas empresas construir e fomentar conscientização nas equipes, para que estejam abertas e ajudem durante o processo. Os funcionários que já fazem parte da empresa são fundamentais para construir uma política com mais diversidade e inclusão. Principalmente por meio do trato com novos contratados.

Para te ajudar, aqui vão algumas práticas e atividades que podem estimular e alavancar esse processo de mudança. Formas de a empresa trabalhar melhor o tema de diversidade e inclusão.

O programa de Integridade é uma das medidas principais para incentivar uma política mais diversa e inclusiva na empresa. Ele auxilia na prevenção de situações desconfortáveis ao criar políticas de tolerância zero a comportamentos inadequados e preconceituosos. Essa fiscalização pode ser feita a partir de regras e conexões com a diversidade e inclusão.

Hoje, a diversidade e inclusão compõem o décimo pilar do Programa de Compliance. Isso faz da discrminação um evento relatável, auditável e ajuda a criar uma cultura interna sólida para todos os funcionários. Essa cultura pode ir além da empresa e se prolongar para fornecedores e stakeholders.

Outra medida combativa para a discriminação é a implementação de um canal de denúncias. As empresas precisam oferecer um ambiente de trabalho seguro. Com o canal de denúncias, funcionários podem denunciar qualquer tipo de preconceito sofrido no ambiente de trabalho.

As medidas tomadas frente a essas denúncias devem ser exemplares e sem tolerância para práticas preconceituosas. Assim, todos sentem que podem confiar nas estratégias da empresa e que frequentam um ambiente de trabalho acolhedor e confiável. Para implementar um canal de denúncias em sua empresa: entre no site do Ouvidor Digital.

Por fim, mas não menos importante, medidas de prevenção também são necessárias para promover o respeito entre os funcionários. Treinamentos e debates são eficazes nesse caso. Promover eventos, debates, campanhas e grupos de discussão sobre a diversidade e inclusão dentro da empresa ajuda a entender formas de melhorar o processo cada vez mais. Além de capacitar todos para lidar com a diversidade de forma inclusiva.

Ver também:
9.3.21
Lingotalks #5: línguas estrangeiras são passaporte para a liberdade, humildade e conhecimento
12.4.21
Lingotalks #8: o aprendizado de diversos idiomas para além do escopo do mundo corporativo
14.2.21
Lingotalks #3: o inglês como oportunidade em carreiras de tecnologia
Faça Aulas gratuitas de conversação:
Sou Aluno
Seta apontando para a diagonal alta direita. Representando um link para outra página
lingonews
Receba novidades e conteúdos exclusivos em nossas newsletters.
Obrigado por se cadastrar!
Email inválido. Tente novamente ou use outro email.
Estamos na lista de 100 Startups to Watch, pela Pequenas Empresas e Grandes Negócios
Estamos na lista das 100 Latam EdTech mais promissoras de 2022 e 2023, pela HolonIQ
Acelerado por grandes parceiros:
©Lingopass - todos os direitos reservados. Termo de Uso e Política de Privacidade